Criando uma Marca Pessoal: Um Guia Passo a Passo

  1. O que é uma marca pessoal e por que você precisa dela
  2. Como Criar uma Marca Pessoal do Zero

Pense nos especialistas que você acompanha nas redes sociais. Cozinheiros, psicólogos, guias de turismo, coaches ou profissionais de marketing – todos eles constroem seus negócios e atraem clientes por meio de uma marca pessoal. Você pode criá-la do zero interagindo com o público e se apresentando da maneira adequada. Leia o artigo para aprender como fazer isso.

O que é uma marca pessoal e por que você precisa dela

Todos nós temos uma marca pessoal. Ela é a nossa imagem na mente das outras pessoas. Esta imagem é baseada em traços de caráter, estilo de comunicação, reputação, habilidades e conhecimento. Mas para que uma marca pessoal funcione para uma empresa, você precisa moldá-la com propósito e divulgá-la para o maior número possível de pessoas. O marketing pessoal tem várias vantagens:

Ela aumenta a confiança. Imagine que você precisa escolher um fotógrafo para a sessão de fotos do seu casamento. Um deles só lhe mostrou o portfólio, mas o outro também falou sobre os bastidores do processo de filmagem, a atitude em relação aos clientes e as recomendações de preparação para a sessão de fotos. Quem você vai escolher? Quando reconhecemos uma pessoa não apenas por suas qualidades profissionais, mas também por suas qualidades pessoais, percebemos ela como alguém como nós e assim confiamos mais nela.

Ela atrai clientes. As pessoas preferem se comunicar com pessoas reais em vez de empresas, mesmo que a empresa seja excepcionalmente amigável. Por exemplo, Elon Musk tem o dobro de seguidores no Twitter (38,7 milhões) do que a Tesla e a SpaceX juntas.

●     Ela o diferencia da concorrência. Os métodos de posicionamento de empresas são limitados, contudo, uma marca pessoal é 100% única, assim como cada pessoa. Se você definir a sua personalidade e conseguir acentuá-la, será difícil confundirem alguém com outra pessoa.

Como Criar uma Marca Pessoal do Zero

A sua exclusividade será a base para o seu marketing pessoal. Para identificá-la e apresentá-la, você precisará seguir alguns passos simples.

Passo 1. Encontre um nicho

Você não pode oferecer “tudo para todos”. Portanto, você deve começar tendo um posicionamento claro. Comece analisando a sua empresa, as suas competências, bem como, os interesses e necessidades dos seus clientes. A fórmula para encontrar um nicho pode ser definida assim: o que você faz de melhor + o que você realmente gosta de fazer + o que o público-alvo deseja. Responda às seguintes perguntas:

● Quais são os seus conhecimentos e competências: a sua ocupação principal e formação complementar (cursos de formação, seminários, etc.)?

● Do que você gosta: quais questões você está genuinamente interessado e quais está profundamente imerso?

● Que valor você pode oferecer aos clientes em potencial?

●     Este valor corresponde às necessidades reais do público-alvo?

Passo 2. Descreva o seu público-alvo

Para entender exatamente o que os clientes em potencial desejam, faça uma análise detalhada. Quanto mais você entender sobre eles, mais exata será a sua proposta de valor para o segmento desejado.

● Faça um planilha com as características do público-alvo: sociodemográficas (sexo, idade, estado civil, localização, ocupação, emprego) e psicográficas (estilo de vida, hábitos, medos, desejos, problemas, necessidades).

● Falta de informação? Crie uma persona ou avatar do cliente que você deseja. Dê um nome ao avatar e o descreva em detalhes: quem ele é, qual é o seu estilo de vida, o que ele deseja, quais problemas está enfrentando. No início, confie neste modelo criado e ajuste a estratégia com base na resposta do seu público-alvo.

●     Não tente agradar a todos. Para construir uma marca pessoal de sucesso, você precisa apenas das pessoas que estão interessadas em você e em seu produto. Ao atrair o público-alvo certo, você deixará de lado o resto das pessoas. E isto é assim mesmo.

Passo 3. Enfatize a sua personalidade

Qualidades pessoais, maneiras, valores e crenças são o tempero emocional sem os quais uma marca pessoal se torna impossível de existir. A sua personalidade atrairá os seus clientes e o distinguirá dos concorrentes que trabalham no mesmo nicho.

● Traços de caráter. Você é alegre e dinâmico? É uma pessoa energética e inspiradora? Sistêmica e profunda? Destaque as qualidades que são inerentes a você.

● Seus valores e suas crenças. No que você acredita? Quais ativos intangíveis você considera os mais importantes? O que você não aceita ou é contra? Valores compartilhados são a base para unir pessoas.

●     Missão. Por que você faz o que faz? O que faz você continuar a seguir seu caminho? Esta mensagem deve ser expressa regularmente na comunicação com o público.

Observação: o princípio fundamental do marketing pessoal é a autenticidade. Não tente ser o que você não é: a falta de sinceridade rapidamente afastará as pessoas.

Enfatize a sua personalidade

Fonte: hin I Lee

Passo 4. Crie um site e seus perfis nas redes sociais.

Depois de construir a base de sua marca pessoal, você deverá começar a promovê-la. Para começar, use um site e as redes sociais.

O site é a principal plataforma que fornecerá todas as informações sobre você que serão úteis para os clientes:

● proposição de valor: quais problemas você resolve, quais ferramentas você usa e que experiência você tem;

● linha de produtos ou serviços: descrições detalhadas dos produtos com preços, fotos ou vídeos;

● prova social: depoimentos de clientes, publicações em mídias relevantes;

● contatos: diferentes formas de entrar em contato com você (e-mail, perfis nas redes sociais, números de telefone);

●     chamada para a ação: não basta ter apenas o botão “Comprar”, mas também outras gatilhos que guiarão os clientes através do funil de vendas: “Participe do Webinar”, “Receba uma Consulta Gratuita” ou “Baixe Uma Checklist para Se Preparar para uma Maratona” .

Facebook, Instagram, LinkedIn, TikTok, Twitter, YouTube, Pinterest

Ter um perfil ou página em uma rede social é necessário para conseguir atingir o maior público possível e construir uma conexão emocional com ele. Sua tarefa é atrair tráfego para o site através desses lugares onde seus possíveis clientes estão (Facebook, Instagram, LinkedIn, TikTok, Twitter, YouTube, Pinterest, etc.). Algumas questões importantes a serem consideradas:

● Não tente estar presente em todas as mídias sociais: escolha duas ou três que sejam utilizadas pelo seu público.;

●     Faça o design de seus perfis: coloque a sua foto, escreva o que você faz, deixe informações de contato e links para outras redes sociais e para o site.

Passo 5. Desenvolva uma estratégia de conteúdo

Você pode mostrar seu conhecimento e ganhar a confiança do público usando um conteúdo diversificado e de alta qualidade.

Postagens

Contar histórias é estratégia de marketing pessoal eficaz. As histórias mostram uma pessoa real e envolvem os seguidores. Alterne as histórias sobre os seguintes tópicos nas redes sociais:

● Conteúdo especializado. Não convença apenas com palavras as pessoas de que você poderá ajudá-las. Em vez disso, mostre a elas como você fará isso: publique estudos de caso, escreva sobre as maneiras de superar dificuldades, mostre-lhes os bastidores da criação de produtos.

●     Conteúdo pessoal. Tudo o que interessa a você e ao seu público-alvo: hobbies, histórias de viagens, família, esboços de vida – algo que mostre os diferentes aspectos de sua personalidade.

Artigos

Este tipo de conteúdo demonstra sua experiência e traz tráfego para o site:

● Artigos de blogs pessoais. Para fazer uma lista de assuntos atuais, analise as principais consultas de pesquisa sobre o seu ramo de atividade usando as ferramentas dos mecanismos de pesquisa (Google Trends, Yandex Wordstat).

●     Artigos como convidado. Escreva artigos para outros blogs e mídia online que seu público-alvo leia. Isso aumentará a sua visibilidade, fortalecerá a sua experiência e o ajudará a atrair clientes.

Outros tipos de conteúdo

Não se limite a postagens e artigos. Use ao máximo todo o potencial do espaço online. Você pode compartilhar:

● vídeos;

● podcasts;

● entrevistas;

● webinars;

● guias, listas de verificação, livros de exercícios.

Para fazer a sua estratégia de promoção funcionar, considere estas nuances:

● Foco na qualidade e na consistência. Não espere resultados imediatos. O marketing de conteúdo é um jogo longo que traz ótimos resultados se administrado de maneira adequada.

●     Concentre-se na resposta do público. Passe algum tempo analisando estatísticas: quantas pessoas reagiram à postagem, leram um longo artigo até o fim, clicaram no botão “Comprar” etc. Ajuste a sua estratégia focando nos resultados de conversão.

Passo 6. Seja consistente

Uma boa marca pessoal é consistente tanto no estilo de comunicação quanto na apresentação visual. Por meio da consistência, as pessoas vão se lembrar e reconhecer você.

Design

Em 94% dos casos, o design é quem causa uma primeira boa impressão de uma pessoa ou marca e esta decisão leva apenas 50 milissegundos. Estamos falando de fotos de alta qualidade, padrões visuais da empresa, fontes e logo. Para que seu design pareça profissional, recomendamos que você peça a fotógrafos para tirarem fotos profissionais. Para desenvolver a identidade visual da sua marca, você poderá usar o gerador online Logaster para desenvolver a sua identidade.

Precisa de uma identidade visual para promover a sua marca pessoal?

Um gerador online profissional oferecerá dezenas de versões de logotipos para vocês escolher e personalizar cores e fontes em poucos segundos

Comunicação

Em primeiro lugar, determine o tom de voz da sua comunicação. Isso vai depender da imagem de marca que você deseja criar: informal, amigável, sólida, conservadora. O tom deve ser sincero e igual em todas as plataformas: em postagens, artigos, respostas a comentários, mensagens privadas, etc.

Passo 7. Continue desenvolvendo

Para fortalecer a sua marca pessoal, continue se aprimorando: procure novas formas de se comunicar e ampliar seu público, conhecer e acompanhar as tendências de mercado. Aqui está o que mais você pode fazer para o seu marketing pessoal:

● Crie um grupo específico para o seu ramo de atividade, no Facebook ou Telegram, para que seu público e clientes possam participar. Permita que as pessoas postem coisas, compartilhem ideias e prestem suporte umas às outras.

● Transmita ao vivo nas redes sociais: responda às perguntas importantes, compartilhe informações úteis, inspire as pessoas.

●     Continue aprendendo. Todos os dias, novas ferramentas, abordagens e técnicas novas surgem no mundo do marketing. Para desenvolver a sua marca, fique de olho nas tendências de mercado e aprenda com mentores mais experientes. Diga a seus seguidores o que você está aprendendo – isso agregará valor à sua experiência.

Resumindo

A principal regra de uma marca pessoal é que não há regras rígidas aqui. Você pode agir livremente de acordo com as etapas que descrevemos, focando principalmente em sua personalidade, nicho e os interesses de seu público-alvo. Note que construir uma marca pessoal em alguns dias não funciona: é um projeto que requer tempo e investimento mental e financeiro. Você precisa ser flexível, desenvolver-se constantemente e mudar de acordo com o contexto externo e as transformações pessoais.

Categorias: Como

Pacote Completo de Identidade de Marca

Use o criador de logotipo Logaster para lançar rapidamente sua marca. Digite o nome da sua empresa e receba um pacote de branding profissional em 60 segundos! Experimente, é fácil!