5 Maneiras de Ganhar Dinheiro no YouTube

  1. Quanto você pode ganhar no YouTube
  2. Maneiras de monetizar seu canal
  3. Mais dicas para ficar ligado

O YouTube é o segundo site mais popular do mundo. Por dia, as pessoas passam mais de 1 bilhão de horas assistindo vídeos no YouTube. O tempo médio de permanência na plataforma é de 40 minutos. Você não precisa ter uma base impressionante de inscritos em seu canal para monetizá-lo. Tudo o que você precisa fazer é construir um público fiel, criar conteúdo envolvente e selecionar a melhor maneira de impulsionar o ROI de seu conteúdo do YouTube. Leia abaixo sobre as melhores estratégias para monetizar seu canal no YouTube.

Quanto você pode ganhar no YouTube

Em 2019, o número de canais do YouTube que geram lucros de seis dígitos cresceu 40%. Para canais com receita de cinco dígitos, o aumento foi de 50%. Não espere que o dinheiro comece a fluir no momento em que você publicar seu primeiro vídeo. O caminho para o sucesso é longo. Primeiro, você precisa desenvolver um público forte e ganhar a confiança dele. Em segundo lugar, você precisará publicar conteúdo atraente regularmente.

Seus ganhos dependerão de vários fatores:

  • número de assinantes;
  • engajamento do usuário (visualizações, curtidas, comentários);
  • temas do seu canal;
  • geografia (as receitas de anúncios variam entre os países);
  • método de monetização (leia mais abaixo).

Dê uma olhada nos 10 YouTubers mais bem pagos de 2019:

  1. Ryan’s World (26 milhões de dólares). A vida de um menino de 9 anos que gosta de desempacotar presentes, jogar, realizar experimentos científicos, fazer videoclipes e muito mais.
  2. Dude Perfect (220 milhões de dólares). Cinco amigos fazendo truques e manobras radicais e esportivas divertidas.
  3. Like Nastya (18 milhões de dólares). A vida de uma menina de 6 anos que gosta de parques de diversões, jogos, brinquedos e presentes.
  4. Rhett and Link (17,5 milhões de dólares). As aventuras de dois comediantes.
  5. Jeffree Star (17 milhões). Cantor, estilista e maquiador extravagante, compartilhando técnicas de maquiagem e falando sobre a sua vida pessoal.
  6. Preston (14 milhões de dólares): Vlog sobre videogames.
  7. PewDiePie (13 milhões de dólares) Jogos e viagens.
  8. Markiplier (13 milhões de dólares): Vídeos engraçados de jogos, esquetes, paródias e outros tipos de entretenimento.
  9. DanTDM (12 milhões de dólares). Outro vlog sobre videogames.
  10.  Mr Beast (12 milhões de dólares). Filantropia, acrobacias e brincadeiras caras e entretenimento em tempo real.

Maneiras de monetizar seu canal

Não existe um método único para obter uma renda passiva com seu conteúdo do YouTube. Nossa dica é escolher de 2 a 3 estratégias de monetização e usá-las em conjunto para um melhor resultado.

1. Marketing de afiliado

Ao usar esse método de monetização, você ganhará dinheiro com os anúncios exibidos aos seus espectadores. Para se qualificar para o Programa de Parcerias do YouTube, seu canal precisará ter pelo menos 1.000 seguidores e 4.000 horas de exibição nos últimos 12 meses. Se você já estiver elegível, vá em frente e cadastre-se no AdSense. Veja como:

Faça login em sua conta no YouTube, clique no ícone de seu perfil no canto superior direito e selecione “Creator Studio”. Em seguida, escolha a opção de “Monetização” no menu à esquerda. Leia e aceite os termos do Programa de Parceiros. Crie e configure uma conta no AdSense.

Para poder se beneficiar do programa de afiliados, seu canal do YouTube deve cumprir os requisitos fundamentais da comunidade do YouTube. Aqui estão algumas das regras:

  • Seu canal não deve violar as leis de direitos autorais.
  • Seu canal não deve conter conteúdo adulto, cenas de violência, linguagem imprópria, etc.
  • Seu canal não deve promover álcool ou drogas.

Os criadores de conteúdo obtêm 55% da receita de publicidade que geram. Os 45% restantes vão para o YouTube. Seus ganhos dependerão dos termos do anunciante (Preço por visualização x Preço por clique), região geográfica, temas de seu canal e outros fatores.

Para ter uma ideia geral de quanto você pode potencialmente ganhar, vá para a seção Analytics em sua conta e clique em “Estimativa de ganhos mensais”. Você também pode estimar aproximadamente os seus ganhos potenciais usando estas ferramentas online. Contudo, tenha em mente que apenas o marketing de afiliados no YouTube não dá muito lucro, portanto, é melhor combinar esse método com outras estratégias de monetização.

2. Crowdfunding

Ao realizar uma campanha de financiamento coletivo, você recebe doações de pessoas que apoiam o seu projeto.

Ao realizar uma campanha de financiamento coletivo, você poderá arrecadar dinheiro para uma finalidade específica, por exemplo, comprar novo equipamento, fazer um videoclipe, lançar sua própria linha de bolsas, abrir um abrigo para animais, etc. Como forma de agradecimento pela ajuda, os doadores geralmente são recompensados com um pequeno presente, desconto, código promocional e outras vantagens.

Recomendamos o uso do Kickstarter , uma importante plataforma de crowdfunding. Cadastre-se no Kickstarter, crie uma página para o seu projeto e o promova em seu canal do YouTube. Faça um vídeo de apresentação envolvente para atrair os usuários. Mantenha o seu público atualizado sobre como está indo a arrecadação de fundos. Faça um vídeo emocionante no qual você fale sobre os presentes e bônus que os doadores receberão. Faça de tudo para atrair o interesse das pessoas pelo seu projeto e incentivá-las a fazer uma doação.

O financiamento coletivo recorrente é uma forma de sustentar financeiramente o projeto existente no qual seu público-alvo está emocionalmente investido. Em sua maioria esse projeto contempla um conteúdo exclusivo ou de entretenimento, por exemplo, vídeos educacionais, guias de viagem, críticas de videogames, vídeos musicais, etc.

Uma boa forma de gerenciar o financiamento coletivo recorrente é através do Patreon. É uma plataforma dedicada onde seus patrocinadores – ou patronos – poderão doar qualquer quantia de dinheiro a partir de 1 dólar. Em troca da doação, seus usuários poderão desfrutar de seu conteúdo no YouTube.

3. Vendas online

Vender online é um dos métodos mais comuns para um YouTuber ganhar dinheiro. Já tem uma linha de produtos? Ótimo! Agora só falta descobrir uma maneira inteligente de mostrar e promover seus produtos em seus vídeos. Para quem ainda não sabe o que vender, aqui estão algumas ideias!

  • Sem rodeios, pergunte aos seguidores quais produtos eles estariam interessados. Pode ser literalmente qualquer coisa: canecas, camisetas, lanches, smoothies, estojos para smartphones, cachecóis, etc.
  • Pense em cada aspecto da produção e do envio para ter certeza de que você realmente pode fazer isso. Calcule o preço ideal por unidade.
  • Evite lançar vários produtos de uma só vez. Comece com um ou dois itens. Se as vendas dispararem, vá em frente e expanda a sua linha de produtos.
  • Pense em onde seus clientes comprarão seus produtos. As vendas podem ser feitas em um site dedicado, página de destino ou loja de comércio eletrônico como Etsy, eBay, Amazon, etc. Não esqueça de adicionar um link para a página do seu produto em cada vídeo.
  • Faça a sua propaganda. Faça um vídeo mostrando como seu produto funciona e como ele pode resolver o problema de seus usuários. Publique depoimentos de clientes satisfeitos. Se você estiver no ramo do vestuário, faça lindos vídeos com modelos demonstrando a sua coleção. Se você está vendendo especiarias, publique receitas em vídeo e compartilhe dicas inteligentes de armazenamento. Criar a ilusão dos recursos serem limitados é uma técnica comprovada que nunca falha em oferecer grandes resultados. Além disso, é incrivelmente fácil de colocá-la em prática: simplesmente diga a seus seguidores para se apressarem porque o produto está se esgotando. Experimente diferentes ideias de promoção para encontrar aquelas que funcionam melhor para o seu público.

4. Conteúdo patrocinado

A melhor coisa sobre essa estratégia é que você não precisa compartilhar seus lucros com o YouTube. Este esquema funciona assim. Você escolhe uma marca e assina um acordo para promover os produtos ou serviços dela em seus vídeos do YouTube. Além disso, você precisará publicar os links de referência para o site da empresa e/ou mídia social na descrição de seus vídeos. Cada vez que um cliente clica no link ou compra o produto (dependendo dos termos do contrato), você receberá uma porcentagem do valor da venda.

Aqui estão algumas dicas:

  • Encontre uma marca boa e confiável para trabalhar. Você pode contatar as empresas diretamente ou aderir a uma plataforma de marketing dedicada que reúne anunciantes e criadores de conteúdo, por exemplo, a FameBit. Garanta que você e a marca escolhida tenham públicos-alvo semelhantes. Além disso, preste atenção à quantidade dos seguidores da empresa e ao nível de engajamento deles.
  • Seja honesto com seu público. Evite promover produtos que você nunca tenha experimentado ou que não goste. Se a verdade for revelada, você corre o risco de minar a confiança de seus seguidores. Como resultado, seu canal no YouTube perderá seu potencial de gerar receita.
  • Diga a seus seguidores que o vídeo contém conteúdo patrocinado e o marque com as hashtags #sponcon ou #ad. Manter relacionamentos sinceros e transparentes com seu público é fundamental para o seu sucesso.

Nanoinfluenciadores (500 a 5.000 seguidores) tendem a ganhar cerca de $315 com um vídeo de anúncio. Para YouTubers mais influentes, com 30.000 a 500.000 seguidores, a receita por vídeo é de $782.

5. YouTube Premium

Se você faz parte do Programa de Parceria do YouTube (consulte a Seção 1), poderá se beneficiar deste esquema de monetização. É provável que alguns de seus espectadores sejam assinantes do YouTube Premium que pagam para assistir a vídeos do YouTube sem anúncios. Como criador de conteúdo, você também pode tirar proveito das visualizações deles!

Seus ganhos dependerão do número de visualizações e da duração de cada uma delas. (Para ver esses e outros dados estatísticos, vá para a seção Análise em seu perfil do YouTube.) Assim como no Programa de Parcerias, você pode contar com cerca de 55% do valor da taxa de assinatura mensal paga por seus espectadores do YouTube Premium.

Mais dicas para ficar ligado

Começar um canal no YouTube é apenas uma parte do negócio. Você também precisa continuar aumentando o envolvimento de seus seguidores, rastrear estatísticas, proteger seu conteúdo e promover seu canal.

Conheça o seu público

Compreender profundamente as necessidades do seu público é a essência de um canal de sucesso no YouTube. Sem isso, você não poderá fazer parcerias lucrativas com as marcas. Crie o hábito de analisar as estatísticas do seu canal. Continue descobrindo mais sobre quem assiste o seu conteúdo. Qual a faixa etária do seu público? Onde é que eles vivem? Quanto tempo eles passam assistindo seus vídeos? Além disso, faça pesquisas perguntando a seus seguidores que tipo de conteúdo eles gostariam de ver em seu canal.

Insira a sua marca em proteja o seu conteúdo

Desenvolva uma identidade visual distinta para seu canal do YouTube. Esta é uma ótima maneira de aumentar o reconhecimento do seu canal e estabelecer um vínculo emocional com a sua base de seguidores. Use seu logo como a sua foto de perfil. Além disso, crie cores e fontes atraentes para completar a identidade visual e utilize-as em sua imagem de capa e na abertura de seus vídeos.

Proteger o conteúdo exclusivo contra o abuso de direitos autorais é outra tarefa importante que muitas vezes é esquecida pelos YouTubers iniciantes. Adicione uma marca d’água com seu logo em cada um de seus vídeos. Não sabe onde conseguir uma? Use o gerador de identidade visual do Logaster para construir a sua marca!

Precisa de uma marca d’água para proteger o seu conteúdo do YouTube? É fácil!

Crie um logo profissional em minutos e o baixe em qualquer formato que se adapte às suas necessidades!

Promova o seu canal

Para obter o máximo de alcance, promova o seu canal do YouTube em outras plataformas online:

  • Compartilhe um link para seu canal do YouTube no Facebook, Twitter, Instagram e TikTok.
  • Adicione um link de seu canal para seu site e para um cadastro em sua newsletter.
  • Faça colaborações com outros Youtubers cujo público seja semelhante.

Resumindo

Além de criatividade, monetizar o seu canal do YouTube requer um bom conhecimento de marketing. Acompanhe as tendências mais recentes do YouTube. Descubra qual conteúdo seu público tem interesse. Crie novas maneiras empolgantes de apresentar seu conteúdo de vídeo. Por fim, promova seu canal para manter o crescimento de sua base de inscritos. Quanto mais visualizações válidas você tiver, maiores serão os ganhos que você receberá!

Categorias: Como

Pacote Completo de Identidade de Marca

Use o criador de logotipo Logaster para lançar rapidamente sua marca. Digite o nome da sua empresa e receba um pacote de branding profissional em 60 segundos! Experimente, é fácil!