Olá! Me chamo Mika Serur, tenho 22 anos, sou designer, artista, criadora de conteúdo e empreendedora. Trabalho nessas áreas há 3 anos.

Primeiramente, para você, o que é uma marca pessoal?

Para mim, o personal branding é se posicionar de forma que seu público conheça suas percepções e valores. É a imagem que as pessoas têm de você.

Todo mundo precisa de uma marca pessoal?

Nem todos precisam. Acredito ser mais importante quando se pretende usar a internet como meio de trabalho ou quando você irá trabalhar com um público utilizando sua imagem pessoal. Nesses casos é importante transmitir profissionalismo, autoridade no assunto e credibilidade através do seu personal branding.

Por que é importante para um empreendedor ou blogueiro construir uma marca pessoal? Ou você acha que não seja necessário?

É muito importante. Precisamos construir essa marca de forma que fique claro para as pessoas que te acompanham o que você acredita, o que você pensa, suas opiniões e posicionamentos e o que você tem a oferecer e acrescentar para elas. Dessa forma, a chance de você crescer e ter sucesso é muito maior!

Quais elementos são importantes para uma marca pessoal nas redes sociais?

Acho importante ter uma identidade visual estabelecida, que por conta própria, já transmite uma parcela da sua personalidade através das cores e tipografias. Ter um bom storytelling também é fundamental e saber o momento de compartilhar histórias e opiniões com seu público. A maneira como você fala, seu conteúdo, sua interação com o público fazem parte do seu personal branding também.

Qual é o papel de um logotipo na marca pessoal?

O logotipo é importante pois é a representação gráfica da sua marca. Com ele você demonstra profissionalismo e alguns aspectos como o estilo da sua marca: formal, informal, divertido, sério, e muitas outras características.

Como o nosso leitor deve começar a promover a sua marca pessoal nas redes sociais?

É fundamental primeiro definir seus objetivos, o que você pretende cumprir através de um planejamento. Definir sua identidade visual, o público que você pretende atingir e, claro, perder a vergonha da câmera! É importante usar a nossa voz e rosto para comunicar. Isso humaniza o perfil, gera interação e empatia em quem te acompanha.

Conte-nos um pouco sobre a sua história e como você se tornou famoso.

 Eu comecei criando vídeos de comédia quando tinha 17 anos, só por brincadeira. Depois, vi que tinha potencial em crescer criando conteúdo autêntico para as redes sociais e internet. Com isso, entrei na faculdade de Design e comecei a entender um pouco mais sobre esse mundo. A partir daí, passei a criar vídeos sobre arte, design e criatividade e me tornar reconhecida na área! Hoje é meu trabalho em tempo integral, com meu canal no youtube e ecommerce.

Às vezes nos sentimos muito tímidos e pensamos que ao nos promovermos nas redes sociais, onde estão muitos dos nossos amigos, ficará parecendo que somos um pouco pretensiosos ou arrogantes.  Como enfrentar a timidez e fazer este equilíbrio entre amigos e parentes de um lado e clientes do outro?  Talvez seria ideal separar as contas nas redes sociais, etc.

Sim, no começo pode parecer difícil, e é difícil para todos (principalmente os introvertidos, como eu). Separar as contas e perfis pode ser uma boa alternativa, dessa forma, você mantém seu perfil pessoal para seus amigos e familiares e tem uma outra conta para interagir com clientes e público. Também precisamos perder o medo e a vergonha, tentar não se importar com a opinião alheia, pois hoje em dia, utilizar as redes sociais para se comunicar abertamente faz toda a diferença para seu negócio!

Quais são as principais ferramentas que você usa para gerenciar e promover a sua marca pessoal nas redes sociais?

Um aplicativo que costumo usar é o Unfold, para organizar o feed do Instagram ou decidir qual imagem ficaria melhor como capa de uma sequência de fotos; Tem um site chamado ninjalitics.com onde você consegue analisar o desempenho do seu perfil no Instagram; Uso muito o Adobe Illustrator e o Adobe Photoshop para a criação de conteúdos para as redes sociais; É interessante também sempre analisar as informações do perfil, como engajamento, horário de atividade do público para causar maior impacto e aumentar seu engajamento; Explorar bem todas as ferramentas das redes para o algoritmo te favorecer e manter uma constância de atividade.

Quais são as principais formas de atrair clientes para um freelancer?

No começo, pode ser uma boa ideia divulgar para amigos, conhecidos, familiares ou em grupos locais, através das redes sociais. As pessoas que conhecemos sempre costumam indicar nosso trabalho para outras pessoas, e se você prestar bons serviços, essas indicações podem gerar novas indicações, para você finalmente começar a crescer. Utilizar tráfego pago também pode ser uma boa ideia se você já quer começar atraindo clientes desconhecidos.

Quais são os principais erros que os freelancers costumam cometer ao criar uma marca pessoal e tentar atrair clientes?

Alguns erros comuns são pegar mais trabalhos do que você aguenta e com a falta de tempo, acabar não fazendo trabalhos tão bons. Cobrar valores mais baixos do que o necessário também é um grande erro, precisamos valorizar nosso trabalho e aumentar os valores conforme ganhamos mais experiências e clientes. Outro erro também é executar o trabalho e não impressionar o cliente na hora da entrega. A apresentação do resultado final precisa impressionar e convencer o cliente de que valeu a pena ter te contratado.

No começo tudo pode parecer difícil, mas com algum estudo, pesquisa e principalmente persistência, tenho certeza que você pode conseguir bons resultados! Se você quer muito fazer algo, não desista!

Pacote Completo de Identidade de Marca

Use o criador de logotipo Logaster para lançar rapidamente sua marca. Digite o nome da sua empresa e receba um pacote de branding profissional em 60 segundos! Experimente, é fácil!

Pelo menos 3 caracteres de comprimento.