Como, Formato do Arquivo, Geral

Qual a diferença entre o gráfico vetor & o raster?

Se você é um designer experiente, este artigo não irá lhe interessar porque você provavelmente já sabe a diferença entra gráficos raster e vetor. Contudo, se você é iniciante, talvez isto seja algo que você ainda não entende ou desconheça.

Vamos tentar desvendar este assunto.

Seja qual for o caso, imagens do tipo rastreio (raster) ou do tipo vetorial (vetor) são objetos gráficos.

Gráficos Raster

A peculiaridade da imagem raster é que ela é formada de pequenas peças, como um mosaico. Estas peças são os pixels. Quanto mais alta a resolução, maior é o numero de pixels por área unitária.

Exemplo: imagem com 600x800px. Literalmente, significa o seguinte: sua imagem tem 600 pixels na vertical e 800 na horizontal. Se você não ampliar esta imagem e a olhar na tela, seu olho não perceberá os pixels.

Se você imprimir a imagem em um papel, como uma folha A4, você verá poderá ver o mosaico.
raster

Foto printcnx.com

As imagens raster são usadas quando você precisa mostrar transições suaves de cores e tons. O uso mais comum é no processamento de fotos, criação de colagens, etc. Uma imagem raster irá ocupar muito mais espaço em disco do que a mesma imagem no formato vetorial. O editor de imagens raster mais popular é o Photoshop.

Gráficos Vetor

Ao contrário da imagem raster, o vetor não é composto por pontos separados – pixels. A lógica da imagem vetor é um pouco diferente. Nos gráficos vetoriais, existem os chamados pontos de controle e existem curvas entre eles. A curvatura de cada curva é definida através de fórmula matemática. Isto não significa que o designer precisa ser um guru matemático e lembrar todas as fórmulas de hipérboles e parábolas. Este trabalho fica com o programa gráfico.
vector

Foto printcnx.com

Os editores gráficos mais populares são CorelDraw e Adobe Illustrator.

Os gráficos vetoriais são usados freqüentemente na impressão de brochura, flyers, cartões de visita, etc. Qualquer produto que tenha texto, logotipo, designs, símbolos – qualquer coisa que não precise da transmissão precisa entre todos os 18 tons de pêssego e que possa ser descrito por curvas.

Uma grande vantagem das imagens em vetor é o dimensionamento. Mesmo se você muda a escala, a qualidade da imagem não será afetada e permanecerá boa. Por exemplo, a imagem em vetor ficará boa, tanto se você imprimi-la em um cartão de visita, quanto em um outdoor.

Conclusão

Gráfigos Raster:
Prós: imagem muito clara; sutilmente transmite a mudança no fluxo de cores, tons e sombras.
Contras: perde qualidade quando o tamanho é aumentado; imagens em alta resolução ocupam bastante espaço.
Aplicação: edição de fotografia, criação de mock up e objetos gráficos com uma grande gama de cores.

Gráficos Vetoriais:
Prós: imagem fácil de dimensionar.
Contras: É impossível transmitir suavemente as transições de cores, como na raster.
Aplicação: impressão e design de flyers, brochura, materiais promocionais, cartões de visitas, logotipos, etc.

Designers experientes, freqüentemente combinam gráficos vetoriais e de rastreio. Também, devemos lembrar que é mais fácil a conversão de vetor para raster, do que o contrário. Conversão automática de alta-qualidade de imagem raster para vetor é praticamente impossível.

E isso é tudo. No próximo artigo nós falaremos sobre o formato de rastreio JPG.

About Alexander Lewin

No information is provided by the author.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *